Kit de Desenvolvimento

[email protected] – Projeto SAT Fiscal CFe ISS MFE RPe da Kryptus

loja-homolog-email

Recebemos inúmeros pedidos de Software Houses e integradores para disponibilização de um meio de teste de seus aplicativos. Já está disponível desde Setembro para aquisição um equipamento de testes “OFFLINE” (que não se comunica com a retaguarda da SEFAZ) e não homologado para única e exclusivamente testes de integração com os aplicativos.

O Kit desenvolvido pela Kryptus será composto do equipamento SATDK com um software de testes acompanhado de seu código fonte.

Para aquisição do kit de desenvolvimento, visite nossa LOJA ONLINE.


Perguntas Frequentes a respeito do kit de desenvolvimento SATDK:

1) Como posso me preparar para a obrigatoriedade do SAT CFe?

Atendendo a diversos pedidos das software houses parceiras, a Kryptus de forma pioneiradesenvolveu o kit de desenvolvimento OFFLINE do SAT Fiscal, o SATDK.
Ele possui todas as funcionalidades do SAT online e pode ser adquirido por qualquer empresa seguindo as instruções acima.

2) Mas se ele é offline, como eu vou testar as funções que dependem da retaguarda da SEFAZ, como por exemplo, o teste fim-a-fim?

Do ponto de vista do Aplicativo Comercial, o acesso à SEFAZ do equipamento SAT é totalmente transparente e a integração é independente.
Poderíamos liberar o acesso à retaguarda de testes da SEFAZ mas esse procedimento mostrou-se muito ineficiente por conta da instabilidade da conexão com os servidores deles. Desta forma, preferimos criar funções “stub” que retornam valores fixos para as funções que dependem da SEFAZ, criando assim um ambiente de verificação completo e eficaz para a integração dos aplicativos comerciais.

3) Comprei um SATDK mas ele só tem uma porta ethernet. O [email protected] tem quantas portas ethernet? Para que elas servem?

O [email protected] possui 2 portas ethernet, no entanto produzimos o SATDK com somente uma por razões econômicas, para que o mesmo chegasse mais barato para as software houses.
Internamente o [email protected] possui um switch, ficando uma porta servindo para a conexão com a SEFAZ (WAN, saída para internet) e a outra para conectar a rede do PDV (LAN), para que este não necessite de novo cabeamento, eventualmente até compra de switches etc.

4) O SATDK irá funcionar com a especificação do SAT-ISS da prefeitura de São Paulo?

Sim, no futuro teremos uma versão para o SAT-ISS da Prefeitura de São Paulo. No momento estamos focados na homologação do SAT-CFe da SEFAZ/SP. A previsão é que no início do próximo ano já tenhamos a versão do SAT-ISS. Está ainda sob análise, mas estamos verificando a possibilidade de um mesmo equipamento possuir ambas funcionalidades para testes mediante um upgrade de firmware, mas ainda teremos de confirmar mais adiante…

Se quiser ficar atualizado, cadastre-se em nosso fórum na “Página de registro” e/ou preencha o cadastro de sua empresa em nosso site na “Página de interesse no SATDK”.

5) Qual a forma de alimentação do equipamento SATDK (kit de desenvolvimento)?

Assim como o equipamento homologado [email protected], a alimentação é retirada 100% da interface USB do microcomputador. É importante notar que somente uma interface USB é utilizada, sendo os cabos USB padrão (não é necessário cabo em “Y”).

6) Não consigo instalar o driver do SATDK no Windows 8/8.1 pois o mesmo não está assinado. Como proceder?

A assinatura do device driver pela Microsoft é um processo lento e de tempos em tempos nós enviamos nosso software para assinatura. No entanto, para que vocês fiquem sempre atualizados o mais rápido possível, estamos disponibilizando versões sem esta assinatura. Há um procedimento para desabilitar a verificação no Windows 8 ou 8.1, conforme publicado no link seguinte: http://escreveassim.com.br/2014/01/28/como-desabilitar-verificacao-de-assinatura-de-driver-windows-8-1/

7) Como a Kryptus pode nos auxiliar na integração do SATDK? Como é o suporte?

Através do fórum do produto, responderemos rapidamente as duvidas dos desenvolvedores, sejam elas sobre as especificações do [email protected] ou resolução de problemas encontrados na integração.